×

Mensagem

Failed loading XML... Start tag expected, '<' not found



Duelo em perspectiva com João Ramos para o segundo dia de prova


Nas duas passagens pelo prólogo da Baja TT do Pinhal Ricardo Porém e João Ramos foram os maiores protagonistas. O líder do campeonato nacional, ao volante de uma Ford Ranger, estabeleceu a melhor marca na primeira vez que cumpriu a distância da especial, enquanto na segunda foi a vez do adversário, com uma Toyota Hilux, realizar o melhor tempo. Cumpridos os primeiros 19,14 quilómetros, Porém está na frente e é seguido por Ramos. Os dois estão separados por 11,38 segundos. Alejandro Martins, também em Hilux, é terceiro, a 48,48 segundos do líder.
Com as temperaturas a baterem nos 40º, os concorrentes da terceira ronda do campeonato nacional entraram em competição às 17 horas. O calor não intimidou Ricardo Porém. O jovem piloto entrou ao ataque e na primeira vez que cumpriu os 9,57 km do prólogo, bateu a concorrência e deixou João Ramos, segundo mais rápido, a 13,15 segundos. Antecipava-se novo duelo depois dos dois terem mostrado que são fortes candidatos ao título nacional de 2017 desde o início do ano. E para dar continuidade a esta tendência, o portuense respondeu ao ataque de Porém. Na segunda passagem pelo prólogo, foi o mais forte e recuperou 1,77 segundos. Assim, os dois partem para o dia de amanhã separados por 11,38 segundos.

“Senti-me bem com o carro. É um prólogo muito estreito, típico da zona onde se desenrola a corrida. Esteve tudo ok. Fizemos uma segunda passagem mais tranquila. Não quisemos arriscar. Amanhã é o verdadeiro dia. São muitos quilómetros, está muito calor. A posição que eu queria era sair em primeiro. Espero que amanhã dê frutos e que amanhã a vitória seja o resultado final”, 

afirmou Ricardo Porém.
Vencedor da segunda vez em que as equipas cumpriram a super-especial, João Ramos explica o porquê das diferenças de um confronto para o outro.

“Na primeira passagem, perdi muito tempo. O prólogo é extremamente técnico e longo. É dos mais exigentes que já fiz. Dado à falta de conhecimento da nossa parte, porque o pouco tempo que há no treino não permite ganhar o conhecimento habitual do que é um prólogo e como tal, o Ricardo surpreende com o fantástico tempo que fez. Na segunda passagem, tive a experiência da primeira, baixei dez segundos e ainda assim lhe ganhei”,

explicou João Ramos.
Além do embate pelo primeiro lugar, destaque, também, para o duelo entre Alexandre Franco (BMW Evo X1), quarto classificado, e Nuno Madeira (Kia Sportage), que ocupa a quinta posição. As duas equipas estão separadas por 3,5 segundos.
Na categoria T2, Rui Sousa impôs a força da sua Isuzu D-Max. O líder do campeonato nesta classe foi o mais rápido e deixou César Sequeira, campeão em título, a 34 segundos. José Mendes, que participa ao volante de um Mitsubishi Pajero, é terceiro.
No T8, Nuno Tordo comanda a classificação da categoria com uma vantagem superior a 20 segundos sobre Filipe Nascimento. O líder desta classe ocupa o segundo posto do Desafio Mazda, competição comandada por Pedro Dias da Silva que se apresentou a um nível muito superior ao da concorrência. O líder tem quase 2m30s de vantagem para Tordo.
Cumprido o primeiro dia de competição, as equipas preparam-se para o longo dia de corrida de amanhã. A Escuderia Castelo Branco preparou dois sectores selectivos. O primeiro tem partida marcada para as 10h30 e uma distância de 190,84 quilómetros. Durante a tarde, as equipas cumprem mais 136,91 km. Os vencedores serão coroados em cerimónia de pódio a partir das 19h25 na Sertã.

Top-3 absoluto
1º    R. Porém/L. Marques   --- Ford Ranger  -- 17m17,23s
2º    J. Ramos/V. Jesus  --- Toyota Hilux  a 11,38s
3º    A. Martins/J. Marques  --- Toyota Hilux  a 48,48s



Comunicado Oficial

 

HTTP://pecasAUTO24.pt

www.AUTOpecas-ONLINE.pt

ZONA ESPETACULO

VIDEOS DE TODO O TERRENO

Video A2 Comunicação