O setor seletivo de 364,5 quilómetros que hoje devia ter sido percorrido na 2ª etapa do Rallye OiLibya du Maroc 2017 foi interrompido passados 180 quilómetros. A impossibilidade de transposição de fortes caudais de água formados pelas chuvas dos últimos dias foi o motivo.
O percurso que contava com travessia de diversos oueds, que noutras condições seriam arenosos, obrigou a uma interrupção cujas implicações nos resultados ainda não estão definidas à hora em que esta comunicação está a ser elaborada.

“Dia difícil hoje aqui em Marrocos. Choveu nos últimos dias e deixou os rios intransponíveis. A etapa foi parada ao km 180 e agora estamos a aguardar decisões por parte da organização”, salientou o piloto apoiado pelo Crédito Agrícola.

Aos comandos de uma KTM 450 Rally, Mário Patrão que conta com o apoio da Maçonlux, era o 8º no CP1 da segunda etapa desta que é a derradeira jornada do Campeonato do Mundo de Cross Country.
A terceira etapa do Rallye OiLibya du Maroc 2017 será a mais longa do rali disputando-se entre Erfoud e o Erg Lihhoudi. Ao longo do dia os pilotos terão de cumprir duas especiais. O primeiro setor seletivo de 435,11km’s será composto por trilhos mais rápidos, seguidos por cruzamentos de oueds e pistas entre verdejantes palmeirais. Já o segundo começa numa pista com muita pedra para no final ter uma passagem pelas dunas mais altas da região, num total de 142,79 quilómetros.


Comunicado Oficial