Sebastian Buhler domina competição nas motos e Firmino Salazar vence entre as moto 4


A pequena localidade de Cumeira da Cruz, em Alvorninha, Concelho de Caldas da Rainha recebeu no passado dia 12 de Novembro a jornada inaugural do Troféu X-Trophy 2017/2018 numa organização a cargo da Associação Cultural, Recreativa e Cultural das Cruzes.
A organização, com a colaboração do grupo "Parte Manetes", mas sobretudo com a inestimável colaboração do proprietário dos terrenos, ele próprio um amante dos desportos motorizados, conseguiu em tempo recorde preparar um recinto com as condições necessárias, e também preparar a pista com 9 quilómetros de extensão.
A esta prova compareceram 152 pilotos, 91 deles em moto e os restantes 61 em moto 4. Nas listas de participantes figuravam muitos dos animadores da temporada de 2016/2017 e vários pilotos consagrados dos nossos campeonatos quer de moto quer de moto 4, e claro bastantes estreantes, atraídos pelo competitividade que o troféu tem.
Independentemente do palmarés ou experiência dos participantes, todos eles tiveram que enfrentar um inimigo comum: o pó.  Infelizmente a prolongada seca que tem afetado o nosso país afeta também este tipo de desportos, e apesar de a prova até ter sido realizada numa zona em que em condições de um ano normal o principal obstáculo seria o barro particularmente escorregadio, os terrenos muito secos em quase toda a extensão originaram uma densa nuvem de pó, que foi piorando á medida que a prova progrediu, martirizando especialmente os pilotos dos quads.



Na prova das motos, Sebastian Buhler impôs-se com relativa facilidade à sua concorrência, e nem mesmo as dores que ainda sente causada pelo aparatoso acidente que sofreu na Baja Portalegre, o impediram de conseguir uma vitória bastante expressiva, conseguindo dar 12 volta à pista durante o tempo regulamentar de 1h30m.  Dos 84 pilotos classificados, apenas mais três conseguiram dar o mesmo número de voltas á pista, com Brunos Santos a ser o segundo, André Sérgio o terceiro e Ricardo Domingos o quarto, todos em TT2 à exceção do terceiro, que participava na classe TT1.
Para além da vitória na geral Buhler somou a vitória na classe TT2, onde partilhou o pódio com Brunos Santos e Ricardo Domingo segundo e terceiro respetivamente.
Na classe TT1, o triunfo coube a André Sérgio, sendo mesmo o único piloto da classe a conseguir dar 12 voltas á pista vencendo de forma bastante folgada. O jovem Martim Ventura terminou em segundo lugar, tendo feito uma prova onde teve que recuperar do tempo perdido com uma queda logo na primeira volta que o deixava em 12º (da geral) á primeira passagem. Eduardo Reis terminou em terceiro.
As classes FUN, TT1 e TT2 voltaram a ser as mais participadas, com muitos pilotos a animarem a luta pelas melhores posições.  Na TT1 FUN, Dário Cassiano foi o vencedor com 11 voltas, tendo sido inclusivamente o único piloto a conseguir atingir este registo.  Atrás de si, do segundo ao décimo quinto classificado todos conseguiram dar 10 voltas, o que demonstra bem o equilíbrio e competitividade da classe.  De entre este lote a vantagem foi para Pablo Ferreira, que terminou em segundo lugar e Ivan Luis que terminou em terceiro.  Já na classe TT2-FUN, Daniel Vital - o vencedor da classe Hobby na primeira edição do troféu começou da melhor maneira esta segunda edição triunfando já nesta primeira prova.  Rui Lindo foi o segundo e Miguel Santos o terceiro.



Nos Quads, também à semelhança de 2016/2017 a lista de inscritos apresentou-se bastante recheada de pilotos com um nível de andamento bastante bom, mesmo se alguns dos mesmos são menos conhecidos. Como já foi dito, esta classe foi particularmente castigada pelo pó.  A prova teve um começo um pouco atribulado com uma queda logo nos primeiros metros que gerou alguma confusão e que obrigou a evacuar o piloto acidentado para o hospital onde felizmente apenas lhe foi diagnosticado um ombro deslocado.
Incidentes à parte, em termos desportivos a prova dos quads foi também muito disputada, com Firmino Salazar a ser o grande vencedor da classificação geral.  André Bronze e Daniel Bernardo foram os segundo e terceiro classificados respetivamente, e os únicos que conseguiram dar tantas voltas como o vencedor, 11 no total.  Estes pilotos ficaram classificados pela mesma ordem na classificação da classe Q1
Na classe Q2 o vencedor foi Pedro Mendonça, seguido de Pedro Pereira em segundo e de Ricardo Café em terceiro.
Nas classes FUN da categoria Quad, a classe Q1 foi a que mais participantes reuniu com 22 pilotos a conseguirem terminar a prova classificados. Venceu nesta prova de abertura o piloto Rui Russo com 10 voltas realizadas, sendo seguido por Nelson Ribeiro em segundo e André Soares em terceiro.
Se a classe Q1-Fun foi a que mais participantes teve, a Q2-Fun foi a que teve menos com Ruben Marmou a ter que defender as honras desta classe ao ser o único participante, o que logicamente lhe atribui a vitória na classe e os preciosos pontos do primeiro lugar.

Luis Pirralho, Diretor da X-Adventure, entidade promotora do Troféu X-Trophy:

"É bom estarmos de regresso com este troféu, e termos começado uma vez mais a temporada com a casa cheia.  Esta prova teve uma série de particularidades que a tornaram num desafio organizativo muito exigente, mas que felizmente superámos graças á fantástica colaboração do organizador e dos seus parceiros.
Fruto das condições climatéricas que infelizmente afetam Portugal esta prova teve muito pó ao contrário do que seria de esperar nesta zona e região.  Isto condicionou os pilotos, sobretudo nas zonas mais fechadas.  Reconheço que eles esforçaram-se e que não foi nada simples terminar a prova.  Espero que na próxima já não tenham este problema, e que o pó já não se faça sentir. 
A nível desportivo estou satisfeito, o nível da competição foi elevado, com muitos pilotos rápidos em pista. E se em algumas classes os vencedores estão um pouco mais destacados, isso deve-se ao seu empenho em pista para andar rápido, mesmo quando o resultado já lhes era bastante favorável.
No computo geral acho que o evento correu bastante bem, sem problemas de maior. As melhorias que introduzimos no regulamento e as condições oferecidas, sobretudo a nível de segurança provaram ser particularmente úteis e uma mais valia para o troféu.
Ainda assim, apesar das modificações introduzidas no regulamento percebemos que existem mais dois ou três pontos a melhorar, pelo que em breve iremos publicar um aditamento com as correções necessárias, e por isso chamo particular atenção aos participantes para que se mantenham atentos.
Resta-me agradecer uma vez mais á organização e seus parceiros, mas sobretudo a todos os pilotos que estiveram connosco e que contribuíram para esta grande prova de resistência."


O X-Trophy Caldas da Rainha 2017, foi organizada pela Associação Desportiva Recreativa e Cultural das Cruzes, com o apoio  da Câmara Municipal de Caldas da Rainha.

A próxima prova do Troféu X-Trophy será realizada em Erra, concelho de Coruche a 10 de Dezembro.

As classificações atualizadas da prova e do troféu podem ser encontradas no site oficial em www.x-trophy.com

O X-Trophy é um troféu promovido pela X-Adventure,  com o apoio da Federação de Motociclismo de Portugal, do TR4 Digital, do Todoterreno.pt e da Rally-Raid Network.