Baja Portalegre 2020: BAJA PORTALEGRE 500 COM NOVIDADES EM ANO ATÍPICO

Num ano em que o desporto motorizado sofreu incontáveis alterações, adiamentos e cancelamentos devido à pandemia global da Covid-19, a Baja Portalegre 500, que realiza a sua 34ª edição, apresenta também algumas alterações.

Ao contrário do tem sido tradição, a edição de 2020 realiza-se no primeiro fim-de-semana de novembro, e não no último de outubro, mas a maior novidade é o regresso da prova do Automóvel Club de Portugal ao calendário da Taça do Mundo de Bajas da FIM, algo que já não acontecia desde 2013. Uma alteração que promete trazer até à cidade alentejana nomes sonantes das motos, dando assim projeção acrescida à prova ao ACP que desta forma acabará por juntar a nata nacional e internacional das duas e das quatro rodas.

Com um figurino semelhante ao de outros anos, a prova contará com partidas na Ponte de Sôr e Crato, enquanto as chegadas têm lugar em Cabeço de Vide. A estes locais juntam-se ainda a Herdade das Coutadas, palco do incontornável Prólogo, que este ano dá pelo nome de Especial de Qualificação, e Alter do Chão como os dois únicos locais a serem palco de partidas e chegadas ao longo de todo o evento.

Pontos entre os quais se vão desenrolar os quatro Sectores Seletivos para os Autos e também para as Motos. No que respeita às quatro rodas, a 34ª edição da Baja Portalegre 500 será composta por um total de 606,18 km, dos quais 440 serão disputados ao cronómetro, com dois SS na sexta-feira e outros tantos no sábado. Já nas motos a distância total será um pouco inferior, com 546,18 km, dos quais 420 vão ser percorridos contra o relógio.

No que toca ao público, neste ano infelizmente excecional, o ACP sugere que a forma principal de assistir à Baja Portalegre 500 seja a partir da segurança do lar. Para tal, e num esforço ímpar, o Automóvel Club de Portugal vai transmitir o maior número de horas da Baja de Portalegre, através das plataformas digitais da prova, com classificações e diretos de vários momentos e locais da mesma.

Os poucos locais disponíveis para o público presencial serão de acesso muito condicionado, sendo que todos os que acederem a estes locais deverão cumprir todas as normas da DGS.

 

Fonte Baja Portalegre

Portalegre, FMP, FPAK, CPTT, cntt, ACP, Baja Portalegre, Taça do Mundo FIA de Bajas, COVID