BP Ultimate Rally-Raid Portugal 2024 oficialmente apresentado

BP Ultimate Rally-Raid Portugal 2024 oficialmente apresentado

De 2 a 7 de abril, a única etapa do Mundial de Todo-Terreno disputada na Europa traz as estrelas do Dakar aos trilhos do Alentejo, Ribatejo e da Estremadura espanhola. Uma organização do Automóvel Club de Portugal numa competição de carros, motos e quads ao longo de mais de mil quilómetros.

Já são conhecidas as linhas mestras do BP Ultimate Rally-Raid Portugal, nova prova que marca a estreia de Portugal entre a elite do Campeonato do Mundo de Rally-Raid (W2RC), organizado pela FIA e pela FIM. A prova com mais de 1.700 quilómetros de percurso (mais de 1.000 cronometrados) vai trazer a Portugal as grandes máquinas e figuras do Dakar, numa competição para automóveis, motos e quads.

De 2 a 7 de abril, a vila alentejana de Grândola recebe a base operacional e o Prólogo da prova, composta por cinco etapas – de quarta-feira a domingo – e que atravessa as regiões do Alentejo e Ribatejo, com uma incursão pela Estremadura espanhola e pela cidade de Badajoz.

Estrelas do Dakar confirmadas

O BP Ultimate Rally-Raid Portugal é a terceira prova do Campeonato do Mundo, que começou em janeiro, com o Rali Dakar, na Arábia Saudita, prosseguindo depois com o Abu Dhabi Desert Challenge. As inscrições só fecham a 18 de março, mas já é possível antecipar alguns dos nomes sonantes que estarão em Portugal.

No pelotão dos automóveis e dos SSV, o bicampeão mundial de Rally-Raid e cinco vezes vencedor do Dakar, Nasser Al-Attiyah (Prodrive Hunter T1+), vai enfrentar a forte oposição dos pilotos da equipa oficial da Toyota, como o brasileiro Lucas Moraes e o norte-americano Seth Quintero, mas também dos pilotos da Overdrive Racing, como Guerlain Chicherit, Guillaume de Mévius e Yazeed Al-Rajhi, também ao volante das Toyota Hilux T1+. Os irmãos Christian e Marcos Baumgart são, igualmente, nomes a ter em conta na discussão dos lugares cimeiros, com os brasileiros a alinharem aos comandos de dois Prodrive Hunter T1+.

A espanhola Cristina Gutiérrez, brilhante vencedora do Dakar na categoria Challenger (ex-T3), é outro dos nomes a ter em conta na prova dos protótipos ‘side-by-side’, tal como o português João Ferreira, piloto oficial da Can-Am na categoria SSV (ex-T4), os americanos Austin Jones (Challenger) e Sara Price (SSV), ou o lituano Rokas Baciuška (Challenger), entre outros.

A prova do ACP também é pontuável para o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, atualmente liderado pelo campeão em título Tiago Reis, logo seguido por João Ramos, ambos com as Toyota Hilux T1+. A pontuação do CPTT é atribuída no final da Etapa 2, com os concorrentes nacionais a poderem, depois, prosseguir em prova, em competição direta com os melhores do mundo.

Nas motos, muita expectativa para o embate entre as equipas oficiais da Honda, Sherco e Hero, que trazem a Portugal talentos das duas rodas como o norte-americano Ricky Brabec (Honda), duplo vencedor do Dakar, Ross Branch (Hero), o atual líder do Mundial, Pablo Quintanilla (Honda), ex-campeão mundial de Ralis Cross-Country, Jose Ignacio Cornejo (Honda), Adrien Van Beveren (Honda), Skyler Howes (Honda), Lorenzo Santolino (Sherco) e Harith Noah (Sherco), entre outros.

 

Em discurso direto

Carlos Barbosa, presidente da Automóvel Club de Portugal

“É uma prova difícil de organizar, são mais de 1.700 quilómetros de percurso, com tudo o que isso envolve, mas com a experiência e a qualidade nossa equipa conseguimos fazê-lo. Penso que o ACP vai fazer uma grande prova e demonstrar, mais uma vez, que somos organizadores de excelência. Vamos ter todos os melhores pilotos mundiais de automóveis, motos e quads que estiveram no Dakar, mais os pilotos nacionais e as equipas da Europa que não tiveram oportunidade de ir ao Dakar. Vai ser uma prova com muita gente, com grandes pilotos e sobretudo muito interessante, porque o percurso é completamente diferente do que fizeram até hoje. É importante levar estas provas para o interior de Portugal, porque enchem hotéis, enchem restaurantes, atraem público... O interior precisa de uma economia forte e de eventos como este."

Carina Batista, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Grândola

“É, ao mesmo tempo, um desafio para Grândola, mas um evento muito importante para a economia local, devido aos pilotos e equipas que nos vão visitar, além de uma forma de divulgar o nosso concelho.”

 Inês Rodrigues, BP Portugal

“O ACP é um dos principais parceiros da BP Portugal e para nós é um orgulho podermos apoiar mais uma prova de caráter mundial. A equipa BP Ultimate foi formada há dois anos e dinamiza a imagem dos nossos combustíveis premium, não só em Portugal como no circuito internacional do todo-terreno.”

 Santiago Amaro Barril, Junta da Extremadura

“Queremos colocar a Extremadura em foco no panorama nacional e internacional. A relação com Portugal é de irmãos, somos unidos por uma partilha cultural, de património, de turismo. Trabalhámos nos dois lados da raia e para nós é muito importante darmos este passo em frente também nos grandes eventos de desporto automóvel.”

Siga o BP Ultimate Rally-Raid Portugal nas redes sociais:+

 

Fonte texto: ACP Motorsport
Fotos: ImagensDesportivas

 

Related Articles

We use cookies

We use cookies on our website. Some of them are essential for the operation of the site, while others help us to improve this site and the user experience (tracking cookies). You can decide for yourself whether you want to allow cookies or not. Please note that if you reject them, you may not be able to use all the functionalities of the site.