Rally-Raid Portugal 2024: Espanhol Schareina aguenta pressão do luso-alemão Bühler

Espanhol Schareina aguenta pressão do luso-alemão Bühler

O espanhol Tosha Schareina (Honda) e o luso-alemão Sebastien Bühler (Hero) voltaram a protagonizar uma espetacular luta pela vitória na etapa das motos, como confirmam os 44 segundos de diferença entre ambos depois 282 quilómetros cronometrados.

"Como fui o sexto a partir, tive uma boa posição na ‘pista’. A primeira parte foi muito rápida e os portugueses andaram a fundo. Na segunda parte da especial tentei atacar e consegui ganhar a etapa. Amanhã, vamos ter mais dificuldades a abrir a estrada, mas vamos manter a calma", sublinhou Schareina, que aumentou para 3m40s a vantagem para o segundo da classificação geral.

Bühler também estava satisfeito com a performance: "Foi uma etapa mesmo dura. No início muito rápida, mas depois com a navegação na zona montanhosa, não foi nada fácil abrir a estrada. Acho que perdi algum tempo aí, mas depois ataquei até ao final, pelo que acabou por ser uma boa etapa."

O português Bruno Santos (Husqvarna) efetuou o terceiro tempo mais rápido do dia e ocupa o último lugar do pódio provisório. "Uma etapa louca! Uma mistura incrível de terrenos, estradões muito rápidos e depois uma zona de montanha, estreita e com muita navegação. Diverti-me imenso”, afirmou o ex-campeão nacional.

Adrien Van Beveren colocou mais uma Honda oficial no top 4 da etapa, logo na frente de António Maio (Yamaha), que sofreu uma penalização de seis minutos. O campeão nacional e militar da GNR está no quarto lugar da geral das motos.

Gonçalo Amaral (Honda), por outro lado, reforçou a liderança na categoria Rally3, estando na frente do seu irmão, Salvador Amaral (Honda). O argentino Manuel Andújar (Yamaha), vencedor do Dakar nos Quads, continua a dominar a competição dos quadriciclos.

Integralmente disputada, em Espanha, na região da Estremadura, a etapa de amanhã (sábado) é percorrida em pisos, teoricamente, mais duros do que os que foram percorridos nos três primeiros dias do bp Ultimate Rally-Raid Portugal. A localidade de Villa Franca de Los Barros, a sul de Badajoz, recebe o final do setor cronometrado de 253 quilómetros, com os concorrentes a rumarem, em ligação, para o Bivouac localizado em Grândola.


Comunicado Oficial / ACP Motorsport
Fotos: Imagens Desportivas