Baja de Loulé 2021: Arranque da Taça Yamaha YXZ 1000R

 

A Taça Yamaha YXZ1000R, competição que se realiza a par do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno Road to Dakar, vai iniciar-se na Baja TT Loulé que se disputa nos próximos dias 28 a 30 de maio nas magnificas pistas algarvias de Loulé, S. Brás, Tavira, Alcoutim, Silves e Almodôvar.

Em 2020 a pandemia provocada pelo Covid-19 condicionou a normal concretização desta competição monormaca que se realiza em Portugal desde 201. Mas, ainda assim, acabou por se disputar de forma muito aguerrida tendo sido o único troféu a cumprir-se durante a época desportiva passada. Este ano a Taça Yamaha YXZ1000R volta com as suas características habituais e promete novamente ser um foco dinamizador deste já tão interessante campeonato considerado como o melhor da Europa.

Estando novamente dividida entre a classe open e classe stock, a Taça Yamaha YXZ1000R vai contar com uma interessante lista de inscritos onde se destaca o nome de André Rodrigues, o bi-campeão desta competição, que acompanhado de Ricardo Porto Nunes vai lutar pela revalidação do título. Mário Franco, Fernando Pinheiro e Luís Caseiro são também fortes candidatos à vitória na classe open. Na categoria stock, Francisco Palmela fará a sua estreia na Taça Yamaha YXZ1000R.

Para além da Baja TT de Loulé, a Taça Yamaha YXZ1000R irá ainda disputar-se no Raide TT de Góis, no Raide TT da Ferraria, na Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal e na Baja TT do Oeste. Na Baja Portalegre 500 voltará a realizar-se a Superfinale que, à semelhança do que ocorreu em 2019, vai reunir pilotos dos países europeus onde a Taça YAMAHA YXZ1000R se realiza.

Para a Yamaha Motor Portugal:


 “esta competição é uma aposta forte da nossa marca a nível europeu com Portugal a estar, novamente, entre os países que em 2021 realizam a Taça Yamaha YXZ1000R. Depois de uma época atípica, é com grande entusiasmo que este ano vemos regressar esta competição nos seus moldes habituais e receber, mais uma vez, a SuperFinale no nosso país.”.

 

A Baja TT de Loulé está de regresso às competições do CNTT Road to Dakar após um ano de interregno devido à pandemia caudada pelo Covid-19. Para esta prova o Clube Automóvel do Algarve conseguiu encontrar um traçado de diferentes especificações, contando com alguns trilhos distintos que vão desafiar os participantes. A prova será composta por cerca de 300 quilómetros cronometrados. No sábado os pilotos vão encontrar um troço com 157,23 km disputado ao cronometro e no domingo enfrentam um novo percurso com 142,08km.

 

Comunicado Oficial

SSV
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20

 

Don't try this at home