Baja do Pinhal 2020: Bluemotor Yamaha com duplo triunfo internacional

 

O Team Bluemotor Yamaha regressou este fim-de-semana às competições do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno na Baja TT do Pinhal, após a pausa de seis meses devido à pandemia do Covid-19. A equipa de Alenquer alinhou nesta corrida com pilotos em todas as categorias tendo mais uma vez conseguido alcançar resultados de topo.

O vice-campeão nacional Quad, Luís Engeitado triunfou de forma categórica na dupla jornada internacional realizada a par da prova do Campeonato Nacional que compreendeu uma etapa da Taça do Mundo e outra do Campeonato da Europa de Bajas. Apesar do resultado internacional extremamente positivo, o piloto, que participou aos comandos de um Yamaha YFZ 450, registou alguns contratempos ao longo de toda a corrida devido a um furo que lhe fez perder o 2º lugar absoluto para o CNTT por escassos 18 segundos:

“tenho insistido em não usar TireBalls, mas já vou na terceira corrida em que tenho furos e por isso penso que tenho que me dar por vencido e começar a usar. Esta corrida foi dura principalmente devido à lama e depois de tanto tempo sem competir é mais difícil entrar no ritmo. Mas agora, com as corridas todas seguidas estou certo de que a adaptação vai ser rápida. Esta temporada vai ser renhida, estou muito satisfeito com as vitórias internacionais e continuar a lutar por bons resultados,”

contou.

Com o campeão nacional ausente devido ao acidente sofrido em treinos para esta prova, coube ao jovem Martim Ventura, que participou com um Yamaha WR 250 F, triunfar uma vez mais na classe TT1 bem como a competição Júnior alcançando de forma positiva os objetivos traçados para esta corrida:

“estou muito feliz por estar de volta às competições depois de tantos meses parado. No início senti bastante a falta de ritmo, mas agora há que continuar a treinar para retomar o tempo perdido.  A partir daqui é construir e esperar que todo o campeonato se realize para dar continuidade aos resultados. Estou satisfeito com o meu trabalho e acima de tudo porque consegui alcançar as metas a que me propus”,

contou o jovem piloto que se classificou no quinto lugar absoluto, terceiro entre os pilotos portugueses e para o CNTT.

A formação SSV composta por Mário Franco e Nuno “Matias” Guilherme iniciou de forma brilhante a Baja TT do Pinhal ao terminar na primeira posição da classificação geral dos SSV o Setor Seletivo de sábado composto por 80 quilómetros. Menos feliz foi a participação da equipa no domingo, tal como explica Mário Franco:

“começámos esta Baja TT do Pinhal muito fortes, mas tivemos alguns percalços que não nos permitiram evoluir na corrida. Na primeira parte do SS2, aos 70Km ficamos sem direção assistida e não conseguimos manter a liderança. Já na segunda parte do SS2, a 22Km do final do sector, partimos um triângulo inferior traseiro que nos fez cair para a décima posição. No último setor, e sem direção assistida, o cabo do acelerador voltou a ceder pela segunda vez. Apesar dos contratempos vamos preparar o Yamaha para a prova de Reguengos onde esperamos alcançar os resultados desejados”,

referiu o piloto.

O Team Bluemotor Yamaha prepara agora afincadamente as máquinas para na sexta-feira poder estar presente nas verificações da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal que se vai disputar em Reguengos de Monsaraz. A equipa de Alenquer vai participar na corrida alentejana nas três categorias do CNTT sempre com o objetivo de conquistar resultados de topo. Uma competição que irá contar com cerca de 300 quilómetros de percurso disputado ao cronómetro.

 

Comunicado Oficial

SSV
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20

Don't try this at home