Baja TT Montes Alentejanos 2021: Team Can-Am Off-Road Portugal em destaque no arranque do CNTT

 

O Team Can-Am Off-Road Portugal marcou presença na prova de abertura do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno Road to Dakar, a Baja TT Montes Alentejanos que percorreu pistas de Beja, Serpa e Mértola. Presentes estiveram as duplas Luís Cidade/Pedro Mendonça e Herlander Araújo/Jacinto Campelo e Jorge Passanha, que optou por fazer a sua participação sem navegador.

Jorge Passanha foi o convidado da equipa, uma situação que se irá repetir ao longo da temporada com outros para fazer uma experiência de SSV. E coube precisamente a Jorge Passanha ser o primeiro piloto da equipa a destacar-se realizando a 2ª melhor marca no prólogo.

“Correu tudo bem. O carro é impecável e fez um excelente trabalho. É de facto uma máquina fantástica. Quero agradecer ao Luís Pires por me ter convidado para fazer esta corrida. Já o ano passado fiz esta corrida, mas desta vez juntei-me a esta equipa que foi muito simpática comigo”

referiu Jorge Passanha no final do prólogo.

Já Luís Cidade revelou que:

“o comportamento da nossa máquina não me tinha agradado muito no prólogo, mas isso modificou-se quando entrámos no troço e depois foi só entrar no ritmo e levá-lo até ao fim sem estragar nada”

explicava o jovem piloto que adiantava o seu objetivo para o dia seguinte:

“agora vamos tentar gerir, mas depende sempre do andamento dos meus adversários. Só amanhã é que é que consigo decidir a postura que vou assumir em corrida, ou seja, se vou mais tranquilo ou se também vou entrar a atacar”

contou Luís Cidade.

Após o prólogo os pilotos tinham pela frente dois setores seletivos cronometrados, o primeiro com cerca de 70 km e o segundo com 78. Luís Cidade, campeão Júnior e vice-campeão nacional SSV, que tinha sido 11º no prólogo foi o mais rápido em ambos e terminou o dia com 50s de vantagem sobre o segundo classificado.

Se Luís Cidade terminou este primeiro dia na frente, tanto Jorge Passanha como Herlander Araújo tiveram problemas que não os impediram, contudo, de estar no dia seguinte à partida para a 2ª etapa. Uma 2ª etapa onde Luís Cidade foi forçado a abandonar quando lutava pelo 2º lugar. Apesar de terem partido para esta 2ª etapa em posições menos condicentes com o seu andamento e forçados a fazer diversas ultrapassagens, tanto Jorge Passanha como Herlander Araújo estiveram em excelente plano. O primeiro foi 14º em SS4 e 13º em SS5 enquanto o segundo foi 19º entre 70 concorrentes em SS5.

Para Isabel Cidade

“Foi uma prova com bastantes pilotos a terem situações inesperadas que provocaram muitas saídas de pista e muitas desistências, infelizmente foi uma situação que afetou transversalmente todos os pilotos da equipa.”

O CNTT Road to Dakar prossegue já dentro de dias quando de 28 a 30 deste mês se disputar a Baja TT de Loulé.

 

Comunicado Oficial

SSV
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20

 

Don't try this at home